Logo da OAPAZ
Login de Acesso
Se ainda não é cadastrado para acessar informações OAPAZ, clique em REGISTRAR-SE aqui abaixo. Se já é cadastrado, digite o seu





Obrigado por se cadastrar conosco.

Entrar
Registrar-se

Contador de Visitas
Você é nosso visitante nº268906

PostHeaderIcon Projeto de Mediação no RS para Auxiliar Famílias em Conflito

Mais um exemplo do que os evangélicos poderiam estar fazendo. Mas não está. Ainda.

 Na cidade de Rio Grande/RS, uma faculdade de direito, a Furg-Fundação Universidade Federal do Rio Grande, aprovou e colocou em prática, um projeto do Ministério da Justiça, que tem como objetivo, fomentar a prática da mediação nas faculdades de Direito e prestar um serviço de cidadania para a população local.

 Com o nome de Projeto Pacificar, a idéia é concentrar esforços no sentido de mudar o foco de atuação na busca de solução pacífica e rápida para conflitos familiares. Procurou-se, através da mediação, usar este novo caminho de mudanças comportamentais capazes de melhorar a qualidade de vida das pessoas.

 A visão do projeto chamado Pacificar visa justamente a auxiliar as pessoas para que elas entrem num consenso antes de procurar o judiciário.

 No início, a Faculdade de Direito selecionou vários alunos que receberam treinamento para auxiliar as partes envolvidas no conflito, informando e mostrando alternativas para que sejam estabelecidos acordos entre elas e assim, não dar continuidade a uma briga desgastante.

 A mediação é realizada por uma pessoa neutra - não envolvida no conflito e sem nenhum interesse pessoal nele - que usa as técnicas que aprendeu para ajudar as partes a encontrar uma solução que fique boa para ambas. Conseguindo isto, estará pacificando as partes até então em luta e ajudando-as a reatar os laços de amizade e relacionamento saudável e tão importante neste mundo conturbado em que vivemos.

 É sem duvida, além de um exercício de cidadania, um exercício de espírito cristão que poderia estar sendo exercido pela igreja evangélica, através dos seus membros que poderiam estar atuando como mediadores.

 Que o Projeto Pacificar, do Ministério da Justiça, e o Projeto Tribunal Cristão, da nossa equipe, possa ser aceito e praticado pelas nossas igrejas, sem mais perca de tempo, hesitação ou qualquer outro empecilho que se caracteriza em resistência ou, no mínimo, desobediência a diversos ensinamentos bíblicos, como o de Salmos 133:1 – Oh! Como é bom e agradável viverem unidos os irmãos!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Artigos Relacionados:
Projeto PARCEIROS
OBJETIVO: 1 - Difundir a conscientização junto a comunidade evangélica quanto aos benefícios e propósitos sociais e bíblicos da...
Exemplo de Mediação Comunitária
Um agricultor atendido pelos agentes comunitários, afirmou que se não fosse a chegada deste tipo de justiça em sua comunidade, as constantes...
Mediação Comunitária no Acre
A população do Acre já conta com um trabalho especializado em mediação de conflitos, alternativa usada para solucionar problemas sem chegar ao...
A importância de se investir na qualificação para atuar com mediação
A importância de se investir na qualificação para atuar com mediação Em um encontro ocorrido recentemente no Núcleo de Solução de...
TRICRIS procura colaboradores(as) voluntários(as) para fins sociais
O TRICRIS, com o objetivo de ter condições de melhor atender a procura de informações sobre o ministério, e ampliar a ajuda de caráter...
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Vídeos Oapaz

Vdeos_de_Aulas       

Assine nosso canal no Youtube e receba muitos vídeos nossos
Plataforma Digital OAPAZ

cadastro_plataforma_2

Quer se livrar de DÍVIDAS?
Seja Agente da OAPAZ
Procura-se_AP_-_reduz
lugcon
tricris